Florais de Bach

Os Florais de Bach consistem em substâncias naturais extraídas de flores, com exceção de uma (Rock Water) que é feita com água natural pura, de fonte com propriedades curativas; são remédios líquidos naturais e altamente diluídos, constituindo-se de 38 essências preparadas com a finalidade e propriedades terapêuticas, que se destinam ao equilíbrio dos problemas emocionais, harmonizando a pessoa no meio em que vive. Foram desenvolvidos na década de 1930 pelo médico inglês Edward Bach.

Segundo Bach a doença ocorre quando deixamos de perceber o que realmente queremos; que a doença é uma mensagem para mudarmos, tomarmos consciência de nossas emoções negativas e assim equilibrá-las. Ele percebeu que para a saúde ser gerada era necessário estarmos bem emocionalmente. Dr. Bach desenvolveu a noção de que as doenças não são exatamente provocadas por agentes físicos, como bactérias e os vírus, mas sim, resultantes de desarmonias cuja origem está nos conflitos profundos entre os elementos da personalidade e a nossa verdadeira natureza espiritual. Sendo assim, a ação terapêutica deve ser sobre a energia. Deve-se tratar as causas (desequilíbrio energético) e não os efeitos (doença física).

A terapia floral ajuda a tratar as necessidades humanas e prevenir diversos desequilíbrios, como: Angústia, Apatia, Depressão, Desânimo, Cansaço, Mágoa, Medo, Melancolia, Síndrome do Pânico, Medos em Geral, Ciúme obsessivo, Impaciência, Ansiedade, Insônia, Dificuldade de Concentração e Aprendizado, Ódio, Raiva, Ressentimento. As essências florais beneficiam gestantes, bebês, jovens e crianças, idosos, animais.

Cada um dos 38 remédios descobertos pelo Dr. Bach representam e servem para equilibrar uma determinada característica ou estado emocional específico. Para selecionar os remédios que você necessita, pense que tipo de pessoa você é e de que forma se está sentindo.

  • Agrimony- tortura mental detrás de um rosto alegre
  • Aspen– medo de coisas desconhecidas
  • Beech- intolerância
  • Centaury– dificuldade em dizer não
  • Cerato– falta de confiança nas suas próprias decisões
  • Cherry Plum– medo de perder o controle
  • Chestnut Bud– incapacidade de aprender com seus próprios erros
  • Chicory- egoísmo e possessividade
  • Clematis– sonhar com o futuro sem trabalhar no presente
  • Crab Apple– remédio para limpeza e para o sentimento de auto-rejeição por desagrado
  • Elm– sensação de sobrecarga por excesso de responsabilidade
  • Gentian- desanimado à primeira/depois de uma contrariedade
  • Gorse– desespero
  • Heather– excesso de preocupação por si mesmo, personalidade egoísta
  • Holly– ódio, inveja e ciúme
  • Honeysuckle– viver no passado
  • Hornbeam– sentimento de cansaço só de pensar em fazer algo
  • Impatiens- impaciência
  • Larch– falta de confiança
  • Mimulus– medo de coisas conhecidas e timidez
  • Mustard– tristeza profunda e sem motivo aparente
  • Oak– para a pessoa impassível e persistente que avança e aguenta além do limite das suas capacidades
  • Olive– exaustão após esforço mental ou físico
  • Pine- culpa
  • Red Chestnut– excesso de preocupação pelo bem estar de seus seres queridos
  • Rock Rose– terror e medo paralisante
  • Rock Water– auto negação e repressão por rigidez
  • Scleranthus– dificuldade de optar entre varias possibilidades
  • Star of Bethlehem- choque
  • Sweet Chestnut– angustia mental extrema, quando todas as hipóteses parecem esgotadas e a pessoa não vê luz ao fundo do túnel
  • Vervain– excesso de entusiasmo
  • Vine– excesso de autoridade, despotismo
  • Walnut- proteção de influências indesejadas e em caso de mudança
  • Water Violet– para equilibrar personalidades reservadas e distantes
  • White Chestnut– pensamentos indesejados e incontroláveis, conflitos mentais
  • Wild Oat– dúvidas sobre que direção tomar na vida
  • Wild Rose– sensação de andar à deriva, apático e resignado
  • Willow– auto comiseração e ressentimento